3º Festival de Cinema do Paraná

Antes de prosseguir a leitura desse texto, peço que os internautas acessem esse Blog.

Nessa semana o tema polêmico “Indústria dos Festivais” está em pauta na comunidade cinematográfica. A polêmica foi iniciada com a declaração do cineasta Luis Carlos Barreto, vulgo Barretão:

“O Brasil gastou neste ano mais de R$ 70 milhões nesses eventos, dinheiro captado por lei de incentivo que poderia ter sido investido em dezenas de filmes”, afirma o produtor Luiz Carlos Barreto. “É uma verdadeira indústria e uma concorrência predatória com os cineastas.”

Levantamento da entidade mostra que há mais de 40 festivais, “alguns até em cidades ribeirinhas do Amazonas”. “Temos que acabar com essa farra. Não podemos apoiar qualquer biboca por aí” (…)

A única entidade que se manifestou contra foi o Fórum dos Festivais, segue um trecho da resposta:

“O FÓRUM DOS FESTIVAIS – Fórum Nacional dos Organizadores de Festivais AudiovisuaisBrasileiros, vem a público repudiar veementemente os termos da declaração do produtor Luiz Carlos Barreto sobre os festivais brasileiros de cinema. Tal declaração demonstra uma completa falta de conhecimento do setor de festivais de cinema, que contribui vigorosamente para o processo de democratização do acesso da sociedade aos filmes nacionais, atraindo um público de mais de 2 milhões de espectadores ao ano.”

continua…

Os meios de comunicação do cinema calaram frente a essa declaração, não se encontra nada da Revista de Cinema, nas colunas sobre cinema e etc. A polêmica levantada pelo cineasta se repercutida e debatida pode ser o início de marco para a criação de critérios para os festivais que recebem dinheiro público. A cifra estimada é grande, dá pra produzir de quase 70 longas em baixo-orçamento, 10 com o orçamento máximo permitido pela ANCINE e uns 20 ou 30 com o orçamento padrão.

Porém, o debate não pode ficar restrito ao dinheiro público investido nos festivais, é importante saber qual a sua importância dentro do panorama cinematográfico atual, ou melhor, dentro de uma perspectiva de cinema como um indústria estratégica dentro de um projeto de nação e independência cultural

No Paraná, se inicializa-rá na próxima segunda-feira, dia 06/10/2008, o 3º Festival de Cinema, evento integrante do Projeto Técnico de Governo CINETVPR, o qual contempla um curso superior de cinema e um instituto responsável em fazer co-produções de filmes. Esse tripé tem por finalidade a implementação de um pólo. Nesse contexto vejamos o que a curadora do Festival do Paraná diz a respeito das declarações do cineasta Luis Carlos Barreto:

Querida Rô,

“A discussão sobre a proliferação de Festivais no Brasil, é bastante oportuna e interessante, pelo menos para o Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino. Como realizadora deste festival que a partir da próxima semana dia 6 à 12, em Curitiba, vejo-me na obrigação de dar uma contribuição sobre. A poucos dias escrevi para você falando da precariedade das programações e dos poucos cinemas existentes nesta capital do Paraná. Falei também sobre o fato deste rico estado ser um dos últimos a receberem programações de qualidade, principalmente do nosso cinema brasileiro e em consequencia desde ” abandono” cultural ligado ao audiovisual, vejo uma comunidade que acredita no cinema como um ser em extinção, e nós sabemos perfeitamente que não é essa a verdade.

3o. Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino”

Nesse sentido o 3o. Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino, está não só motivando, incentivando mas iluminando uma comunidade que se encontrava à parte do moderno, a parte do caminho da luz do cinema e massacrada pela televisão.

(…)

Em apenas 3 anos já se pode perceber o grande movimento cinematográfico que iniciou com a CINETVPR Escola Superior Sul Americana de Cinema  e TV do Parana, o referido festival da qual sou curadora e o já existente Instituto Audiovisual do Paraná, que antes do final do mandato do Governo Roberto Requião estará produzindo cinco longas metragens

Abraços.

Ittala Nandi

Realizadora

As considerações da realizadora são bastante contraditórias e sem contexto. Por exemplo, independente da qualidade do CINEPLEX BATEL – que tem salas horríveis, está passando passa o filme Lady Jane de Robert Guédiguian. Em compensação esse filme ainda não estreou em São Paulo.

Não vejo a vida cultural de Curitiba como ótima. Muito pelo contrário, a critico muito, mas para o tamanho da cidade e do seu contexto cultural e econômico as coisas tem se desenvolvido nos últimos anos. Em certa medida, as afirmações de seu comentário tem uma parcela de verdade. Sim, a CINETVPR tem ajudado bastante o cinema local se desenvolver.

Porém, esse não é o fator determinante, existem outros programas e projetos sendo encaminhados paralelamente. A Fundação Cultural de Curitiba tem melhorado o seu programa de fomento a produção e outras frentes tem sido abertas. O projeto CINETVPR poderia ter tido muito mais eficácia, se a pessoa que o coordena tivesse um mínimo de discernimento no que diz respeito as políticas públicas e a coisa pública, se não ficasse fazendo constantemente o seu marketing pessoal e praticasse uma coisa que se chama autocrítica.

Veremos se o 3º Festival de Cinema do Paraná irá cumprir as espectativas que a sua curadora propagandeia e se o que o Barretão tem afirmado é verdade. A partir de hoje, iniciarei um cobertura parcial sobre o “Fest Paraná”, para não dizer “Fest Ittala” como localmente tem se falado.

Entenda-se parcial no que diz respeito a um entendimento de cinema como uma política estratégica de projeto de sociedade. Entendimento que falta a classe cinematográfica atual, que tem uma visão neoliberal e pequeno burguesa ao utilizar verba pública para realizar seu sonho pequeno burguês de ser cineasta.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: