A FAP SE SUPEROU!!!

Relutei muito em fazer comentários sobre o que ocorre na FAP e na CINETVPR, mas depois dessa reportagem começarei a fazer uma série de análises do ensino superior local e do “modelo FAP” de gestão educacional, além do que é a pseudo cena cinematográfica curitibana. Só no dia da mentira pra sair essa reportagem na Gazeta do Povo. Quando li senti um fedor de rancor e revanchismo pessoal, algo muito comum nessas bandas.

Da Conjuntura

Sou aluno do polêmico curso de cinema em questão, o qual já rendeu outra reportagem rechaçando não só o curso mas a pessoa da Ittala Nandi. Figura que tem o meu respeito pelo o que ela já representou para a cultura brasileira, apenas isso! Infelizmente, a jacuzada grita e sente desconforto quando tem a chance de mudar de seu status quo medíocre para outro patamar cultural.

Prestei três vestibulares pra entrar nesse curso e só resolvi faze-lo pelo projeto CINETVPR, o qual pretende montar um pólo de cinema. Sempre fiquei com o pé atrás em ter um diploma da FAP, nada contra aos que estudam e são egressos dessa instituição, mas quem conhece sabe do que estou falando. Das três ações que o projeto CINETVPR que se pretende realizar, apenas duas foram encaminhadas. Uma é o problemático curso de cinema, a outra é o festival que ainda deixa a desejar. A idéia inicial para o curso era monta-lo nos moldes da Escola de Cinema e TV de Cuba, mas infelizmente o projeto esbarrou em obstáculos difíceis de se transpor. O primeiro foi a burocracia brasileira, o qual foi vencido; o segundo foi a classe artística local, “os lisos” que foram derrotados pela a sua própria imbecilidade; o terceiro e último foi a FAP, caso que foi resolvido com a eleição da atual diretoria, que é composta por pessoas de todos os cursos, menos os ligados ao Departamento de Teatro. O que foi uma boa limpa pra FAP e, querendo ou não, ajudou a fazer a Faculdade ir pra frente.

Porém. Quando tudo tinha se resolvido, eis que surge um obstáculo intransponível – Ittala Nandi, uma verdadeira muralha que nem David Belle consegue transpor. Aliado a isso, os outros problemas voltaram com toda a força e qualquer esforço para fazer pólo de cinema uma realidade se transforma em uma atividade penosa. Desde de que entrei nessa faculdade só levei porrada, ora da FAP pela sua desorganização e ora da Ittala. Somado a isso temos a passividade do corpo estudantil que aceita tudo o que é imposto. Da parte dos estudantes muito tem se progredido, mas ainda falta muito.

Dos Fatos e não das Fofocas

Em primeiro lugar, não se sabe se a Ittala Nandi deixou o curso ou se o curso deixou a Ittala Nandi. Outro problema é saber quem está responsável pelo curso, porque a Direção e o Departamento de Comunicação da FAP não conseguem sanar essa dúvida. Somado a isso tem-se a política de desinformação dos setores que tem birra pessoal com a Ittala. Vide o exemplo do que esse setor atrasado tem falado aos calouros a respeito do Parque Newton Freire Maia; dizem que ele é um campi da FAP, dizem que toda a infra-estrutura do pólo é do curso de cinema da FAP. Curso que tem um currículo ridículo e que não apresenta nem um ementário.

A reportagem tem falado dos professores concursados que são “doutores” e/ou “mestres”, mas se esquece que o curso de cinema não tem tradição acadêmica no Brasil e que esses diplomas e o mérito de suas “cátedras” são pra lá de questionáveis. Na FAP, me parece que quanto mais titulação o professor tem, pior ele é em sala de aula. Das disciplinas que tive, os “acadêmicos” passaram um conteúdo raso, tendencioso e muito equivocado. Aulas sem preparo e muita confusão com conceitos básicos de filosofia, sociologia e comunicação social. Se não bastasse isso temos o problema de a maioria dessa turma ser pós-moderna ou ter uma certa inclinação.

Os ditos professores “efetivos” são os que sempre desmarcam as aulas na sua véspera, uma hora antes do horário. São os que chegam atrasados e encerram a aula muito antes do horário; são os que não tem critério para realizar uma avaliação e os mesmos que não passam as notas nos prazos da Faculdade. Reclamam que seu salário é ínfimo e que não recebem nada para serem professores da FAP, dizem que estão lá por prazer e que tem muitas dificuldades em sua atividade e que não são valorizados. Pois bem, acompanho a luta pela a educação já faz quase 10 anos e nunca vi um desses caras no fronte. Recentemente ocorreram várias mobilizações dos professores da universidades e faculdades estaduais do Paraná, mas essa movimentação passou longe da FAP. Então me pergunto, onde estavam esses “professores” da FAP? Faço a mesma pergunta para o Coordenador do Curso, onde está o coordenador do curso? Por que será, que ninguém quer ser coordenador do curso de Cinema e Vídeo da FAP?

Dos Professores Convidados

Na reportagem do ano passado, a Gazeta do Povo tratou os Professores Convidados como aberrações. Disse e afirmou uma série de fatos inverídicos. Mas, a Gazeta, se esqueceu que a necessidade de chamar professores convidados foi uma forma de aproximar a Escola dos profissionais conceituados e em atividade, para isso a grade horária do curso tem que ser modular e o valor da hora aula tem que ser alto. Nesse esquema a presença da Ittala Nandi é, bem dizer, uma forma de facilitar esse contato com o pessoal do audiovisual. A CINETVPR tinha como professores em seu quadro pessoas como: Walter Lima, Felipe Lacerda, Alziro Barbosa, Evaldo Mocarzel, Wilson Rocha e etc. Hoje está verba está sendo utilizada para chamar pessoas sem respaldo e conceito algum no audiovisual, salvo os acadêmicos da Unicamp e Unisinos, mas esses podem muito bem serem professores visitantes ou convidados como era o caso do professor José Dias.

Mas afinal de contas, onde anda o José Dias? Será que o único critério para ser professor convidado ou visitante da CINETVPR/FAP é o amiguismo e bairrismo?

Continua…

 

Frederico

Post-Scriptum: Quem não gostou que se foda! Se quiser processar pode vir!

Uma resposta para A FAP SE SUPEROU!!!

  1. Nadine disse:

    Oieee

    O curso de Cinema da Fap melhorou ou continua tao ruim quanto vc disse acima? rsrsrsr bjs

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: